Benito Mussolini morto: Il Duce tem seu corpo hasteado

corpos dependurados mussolini
Corpo de Benito Mussolini pendurado de cabeça para baixo com Outros. 29 de abril de 1945, Milão, Itália. Créditos: Bettmann/CORBIS. ID: U758501ACME

Morto no dia anterior, Il Duce Benito Mussolini teve seu corpo “hasteado” como sinal de derrota total. A fotografia de 29 de abril de 1945 — que retrata os cadáveres de Benito Mussolini, Claretta Petacci e Achille Starace — é o registro do trágico fim do símbolo máximo do regime fascista — a ruína do Duce italiano.

Na disposição fotográfica, encontram-se o general Achille Starace, secretário do partido fascista, Benito Mussolini e sua amante, Claretta Petacci. Os três foram capturados e fuzilados pela resistência italiana no dia anterior (28), quando tentaram fugir para Suíça. Mortos, seus corpos foram pendurados pelos pés em um posto de gasolina, em Milão (Itália).

Dois dias após a morte do ditador italiano, seria a vez de Adolf Hitler (suicídio, dia 30/4) e a participação da Europa na mais devastadora guerra da história estaria próxima do fim.

corpos dependurados Benito Mussolini, clareta
Os cadáveres do Duce e de seus seguidores. Créditos: autoria desconhecida.

Mussolini ascendeu ao poder como promessa de novos tempos para a Itália, que acreditava ter sido “injustiçada” ao término da Primeira Guerra Mundial. Embora a Itália tivesse combatido os alemães durante a Primeira Guerra, não teria recebido o prometido pela Tríplice Entente (que formariam os “Aliados 1939-1945”).

Em 1922, Mussolini fez a famosa “Marcha sobre Roma” e, “apoiado” pelo rei Vítor Emanuel III, tornou-se o primeiro-ministro da Itália. Em 1925 Mussolini tornou-se “Duce” — Condutor supremo — e passou a dirigir o Estado totalitário italiano até 1943, quando perdeu o poder.

REFERÊNCIAS:
ALTMAN, Max. Hoje na História: 1945 – Mussolini é executado em Milão. Acesso em: 27 abr. 2013.
BLAINEY, Geoffrey. Uma Breve História do Século XX. São Paulo, SP: Fundamento, 2008.
VINCENTINO, Cláudio; DORIGO, Gianpaolo. História Geral e do Brasil. São Paulo: Scipione, 2002.
Autor: Eudes Bezerra

31 anos, pernambucano arretado e graduado em Direito. Diligencia pesquisas especialmente sobre História Militar, Crime Organizado e Sistema Penitenciário (além de tudo que consta no site). Gosta de ler, escrever e planejar. Na Internet, atua de capacho a patrão, enfatizando a criação de conteúdo.

Publicações de Eudes Bezerra
Top