Lampião e seu bando decaptado

cabeças dos cangaceiros de Lampião
Cabeças de membros do bando de Lampião, assim como a do próprio e a de Maria Bonita. Créditos: autoria desconhecida / Acervo Frederico Pernambucano de Mello.

Fotografia icônica de cabeças de membros do bando de Lampião, assim como a do próprio e a de Maria Bonita. A cabeça de Lampião é a que se encontra isolada na posição inferior, sendo a imediatamente acima a de Maria Bonita.

No canto superior da foto, do lado esquerdo, encontram-se os nomes dos cangaceiros mortos e a fatídica data de morte do bando: 28 de julho de 1938.

A foto e os seus significados

Há uma infinidade de símbolos no registro, que objetivou mostrar o poder do governo de Getúlio Vargas: além da decapitação em si, que indica vitória total sobre um inimigo, a própria posição da cabeça, na parte mais baixa da foto, indicaria que Lampião em nada mais mandava.

As tantas armas, munições, adornos, broches, moedas e máquinas de costura revelam coisas do dia a dia do cangaço. Tudo que, naquele momento, já seria considerado passado.

Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião

Nascido como Virgulino Ferreira da Silva, tornou-se Lampião, o rei do Cangaço. O cangaceiro nasceu na cidade de Serra Talhada, no serão pernambucano, e a simples menção do seu nome costuma acarretar discussões acaloradíssimas, sendo ora digno de mérito (por não ter se sujeitado a um governo sujo e corrupto) ora de profundo repúdio (por uma grande quantidade de ações desmedidas perpetradas por seu bando).

Lambião e seus cangaceiros em pé
Lampião, Maria Bonita e parte do bando, 1936. Créditos: Benjamin Abrahão.
cangaceiros em pé para foto
O bando do rei do cangaço nas proximidades do rio São Francisco, 1936. Créditos: Benjamin Abrahão / Acervo Instituto Moreira Salles.
cartaz de recompensa por Lampião
Cartaz de recompensa por Virgulino Ferreira da Silva. Créditos: autoria desconhecida.
REFERÊNCIAS:
eBiografias. Lampião. Acesso em: 8 dez. 2016.
MEDEIROS, Rostand. As faces e os relatos das vítimas de Lampião na Bahia. Acesso em: 8 dez. 2016.
IMAGEM(NS):
Buscou-se informações para creditar a(s) imagem(ns), contudo, nada foi encontrado. Caso saiba, por gentileza, entrar em contato: [email protected]
Autor: Eudes Bezerra

31 anos, pernambucano arretado e graduado em Direito. Diligencia pesquisas especialmente sobre História Militar, Crime Organizado e Sistema Penitenciário (além de tudo que consta no site). Gosta de ler, escrever e planejar. Na Internet, atua de capacho a patrão, enfatizando a criação de conteúdo.

Publicações de Eudes Bezerra
Top