Nina Simone, a poderosa voz do jazz

Nina Simone tocando piano e cantando
Nina Simone e as suas paixões: o piano e o canto. Créditos: autoria desconhecida / Montagem: Eudes Bezerra.

Nina Simone foi uma cantora, compositora e pianista de nacionalidade norte-americana. Com uma voz bastante atuante no jazz, ligou-se ao ativismo pelos direitos civis dos negros nos Estados Unidos.

Seu nome de batismo era Eunice Kathleen Waymon. Nascida em 1933 na Carolina do Norte, seu pai era marceneiro e sua mãe empregada doméstica.

Dedicou-se à música desde muito cedo, pois cantava desde a infância no coral da igreja que fazia parte.

ÍNDICE

1 Início da vida de Nina Simone
2 Fama e ativismo
3 Vida difícil relatada no documentário What Happened, Miss Simone?
Referências

1 INÍCIO DA VIDA DE NINA SIMONE

Logo aos 6 anos de idade, Nina começou a estudar piano e aos 10 se apresentou em um recital na sua cidade natal que marcaria a sua vida.

Neste evento, seus pais tiveram que ceder seus lugares na primeira fila do local a pessoas brancas, episódio que marcou a vida de Simone no que se diz respeito à luta pelos direitos civis dos negros.

Logo mais em 1950, Nina Simone saiu da Carolina do Norte para estudar piano em Nova Iorque e em 1954 se mudou novamente, dessa vez para a Califórnia com a sua família.

Nina Simone frase famosa
Uma das famosas frases de Nina Simone. Créditos: autoria desconhecida / Montagem: Eudes Bezerra.

2 FAMA E ATIVISMO

Depois se ter sido rejeitada pelo Instituto Curtis devido ao fato de ser negra, Nina assinou um contrato com a Bethlehem Records em 1957, começando assim a sua carreira.

Os primeiros sucessos de Nina foram Don’t Let Me Be Misunderstood, My Baby Just Carier For Me e I Love You Porgy.

Com o hit Little Girl Blue, lançado em 1958, Nina Simone fechou um contrato com a Colpix Records, gravando diversos álbuns de estúdio e ao vivo.

Em 1961 Nina se casou com um detetive da polícia de Nova Iorque, Andrew Stroud, que mais tarde se tornaria seu agente e com quem teve sua primeira filha, Lisa Celeste, em 1962.

Já na gravadora Philips, em 1964, o álbum de Nina intitulado Nina Simone in Concert, estava relacionado às constantes desigualdades sociais em destaque na época. E assim, essa retórica foi uma constante em forma de musicalidade, pela luta dos direitos civis dos negros.

Em 1969, Nina Simone deixou os Estados Unidos, cansada de ser avaliada pela cor da pele, iniciando um roteiro itinerante. Esteve em Barbados, na Libéria, na Holanda, na Tunísia e na França, onde permaneceu durante 10 anos.

Esteve duas vezes no Brasil, uma em 1985 para um festival de jazz e outra em 1997 quando gravou com Maria Betânia, a música Ready to Sing (“Pronta para Cantar”).

Nina Simone faleceu em Carry-le-Rouet, França, no dia 21 de abril de 2003.

Nina Simone
Nina Simone, a poderosa diva do jazz. Créditos: autoria desconhecida.


3 VIDA DIFÍCIL RELATADA NO DOCUMENTÁRIO WHAT HAPPENED, MISS SIMONE?

A artista era frequentemente agredida pelo seu marido, mas, por conta de ter uma relação de intensa dependência sexual para com ele, não o deixava.

A liderança e o ativismo nas questões sociais começaram a declinar a sua carreira, pois, prejudicava a venda dos shows dela, deixando-a com uma situação financeira bastante desconfortável, na qual a cantora passou a cantar em bares de Paris.

A luta de Nina Simone pela igualdade racial era tão grande que decidiu ir morar na Libéria, um país africano, fazendo com que por motivo desta viagem houvesse o abandono de sua carreira artística, assim como o eventual rompimento de diversos compromissos musicais.

A causa dessa ruptura teria se dado porque Nina Simone, de personalidade forte e na luta pelos direitos de igualdade sociais, decidiu ir viver em algum lugar em que pudesse ser vista de igual para igual, vivendo com a sua “raça” negra por não ter que se submeter às injustiças de uma sociedade racista.

Nina Simone viveu na mesma época de outros grandes ativistas político-sociais, como é o caso de Martin Luther King, que liderava causas com o mesmo propósito: união entre brancos e negros.


Já parou para ouvir a belíssimas canções de Nina Simone? E seu engajamento pela luta social, você já havia ouvido falar algo a respeito? Espero que tenha gostado do artigo. Desejamos uma boa leitura e até breve! 


REFERÊNCIA(S):

BIOGRAPHY. Nina Simone Biography. Acesso em: 27 jun. 2018.
NINA SIMONE. Bio.Acesso em: 27 jun. 2018.
IMAGEM(NS):
Buscou-se informações para creditar a(s) imagem(ns), contudo, nada foi encontrado. Caso saiba, por gentileza, entrar em contato: [email protected]
Autor: Eudes Bezerra

30 anos, pernambucano arretado e graduado em Direito. Diligencia pesquisas sobre História Militar, Crime Organizado e Sistema Penitenciário (além de tudo que consta no site). Gosta de ler, escrever e planejar. Na Internet, atua de capacho a patrão, enfatizando a criação de conteúdo.

Publicações de Eudes Bezerra
Top