9 Curiosidades sobre Ramsés II (Faraó Ramsés, o Grande)

Curiosidades sobre Ramsés II
Curiosidades sobre Ramsés II, o faraó que fez a guerra, celebrou a paz, criou monumentos e se tornou o mais famoso rei do Egito Antigo! Créditos: autoria desconhecida / Montagem: Eudes Bezerra.

Um pouco de curiosidades sobre Ramsés II que, que reinando por cerca de 66 anos, empreendeu diversos feitos que o fizeram ser chamado de o mais magnífico dos faraós do Egito Antigo.

TÓPICOS DE CURIOSIDADES SOBRE RAMSÉS II, O GRANDE

1. Quem foi o faraó Ramsés II? Um pouco sobre Ramsés, o Grande!
2. Curiosidades sobre Ramsés II, o Grande
⠀⠀2.1 O maior faraó da história do Egito Antigo
⠀⠀2.2 Ramsés foi o faraó do Êxodo dos Hebreus?
⠀⠀2.3 Tratado de Kadesh: O mais antigo Tratado de Paz registrado da História
⠀⠀2.4 Ramsés quase virou múmia mais cedo na Batalha de Kadesh
⠀⠀2.5 Monumentos gigantescos, arquitetura imponente
⠀⠀2.6 Ramsés II Marketeiro da Antiguidade
⠀⠀2.7 Passaporte de Ramsés para ir a França em 1974?
⠀⠀2.8 Reinado longo, vida mais longa ainda!
⠀⠀2.9 Haja criança: mais de 160 filhos e e filhas!
Referências

1. QUEM FOI O FARAÓ RAMSÉS II? UM POUCO SOBRE RAMSÉS, O GRANDE!

Filhos do faraó Sethi I e da rainha Tuya, Ramsés II herdou o nome do avô (Ramsés I), nascendo por volta de 1303 a.C. e falecendo em 1213 a.C.

Ramsés II reinou durante o Novo Império e pertenceu a 19ª Dinastia do Egito Antigo que havia sido iniciada pelo seu avô, Ramsés I, também conhecido como Mempetiré (ou Menofrés).

Reinou entre os anos de 1279 a.C. e 1213 a.C. em uma época na qual o Egito se encontrava poderoso e estável, o que lhe deu a rara oportunidade de realizar diversos feitos.

Feitos estes realizados de acordo com a sua competência na guerra, na diplomacia, na arquitetura, na procriação de filho…

curiosidades sobre ramsés II
Estátua de Ramsés, o Grande. Tão imponente quanto o poderio egípcio à sua época seria a sua fama às gerações futuras. Créditos: Rémih / Wikipédia Creative Commons.

2. CURIOSIDADES SOBRE RAMSÉS II, O GRANDE

2.1 O maior faraó da história do Egito Antigo

Sem dúvida, Ramsés II é o mais famoso dos faraós do Egito Antigo, sendo capaz de ofuscar qualquer outro governante egípcio.

Ramsés II, Ramessés II ou ainda Ramsés, o Grande, é por vezes é representado como a exaltação da força do Egito faraônico.

Contudo, muito mais do que força bélica, Ramsés II também realizou impressionantes construções e celebrou diplomaticamente atos importantíssimos, elevando os servos do Egito a uma nova mentalidade.

2.2 Ramsés foi o faraó do Êxodo dos Hebreus?

Não se sabe.

Da mesma forma que algumas fontes afirmam que o faraó morreu quando o Mar Vermelho fechou suas águas ― enquanto os egípcios perseguiam furiosamente os hebreus.

Outras tantas divergem sobre o nome do faraó e, claro, sobre a veracidade desse acontecimento. Além disso, a múmia de Ramsés II se encontra bem “viva” e exposição.

Alguns também afirmam que o faraó Tutmés III seria o faraó da época do Êxodo do povo hebreu. Contudo, mais uma vez, nada se tem de conclusivo (e que também tem sua múmia devidamente localizada).

Ainda, o Faraó Sethi I, pai de Ramsés II, teria sido um dos grandes opressores dos hebreus, mas há poucas informações precisas acerca disso.

curiosidades sobre ramsés II e o Êxodo do Egito
A data do Êxodo dos hebreus, assim como o faraó à época, compõe grandes temas polêmicos. O Êxodo é plenamente possível, no entanto, a datação do evento e o consequente regente do Egito não convêm analisar nessa lista. Créditos: O Êxodo do Egito, de David Roberts.

2.3 Tratado de Kadesh: O mais antigo Tratado de Paz registrado da História

Antes mesmo do reinado de Ramsés II, os egípcios se encontravam em conflito com os Hititas (localizados na Anatólia, atual Turquia) pelo controle dos territórios correspondentes aos atuais Estados de Israel, Líbano e da Síria.

Durante o reinado de Ramsés, o Grande, após a indefinida Batalha de Kadesh, o faraó Ramsés II e o rei hitita Muatal II decidiram encerrar as hostilidades, visto o equilíbrio de suas forças.

Assim, Ramsés II e Hatusil III (irmão de Muatal II) celebraram o mais antigo tratado de paz registrado da história: o Tratado de Kadesh, que teria sido assinado entre 1258 e 1259 a.C.

curiosidades do Egito antigo e o primeiro tratado de paz da história
O Tratado Egípcio-Hitita, além de selar a paz, trouxe cooperação mútua entre as potências, fazendo com que ambas saíssem mais fortes do longo conflito. Créditos: A “cópia” hitita do tratado / Museu Arqueológico de Istambul, Turquia.

2.4 Ramsés quase virou múmia mais cedo – a Batalha de Kadesh

Em umas das batalhas mais disputadas contra os hititas ― justamente a de Kadesh ―, Ramsés II quase virou múmia mais cedo, quando sua estratégia tática aparentemente superior teria sido minada pela qualidade das armas hititas.

Ao que parece, os egípcios ainda usavam bronze ao passo que os hititas possuíam a tecnologia do ferro ou similar, além de também serem habilidosos guerreiros e estarem bem liderados.

batalha de kadesh curiosidades sobre ramsés o grande
A Batalha de Kadesh teria contado com um imenso número de bigas de cada lado cada lado, teriam sido milhares. Créditos: autoria desconhecida.

2.5 Monumentos gigantescos e arquitetura imponente

Uma das principais curiosidades sobre Ramsés II recai sobre as imponentes construções erguidas durante o seu governo ― muitas das quais com custos humanos exorbitantes.

Construções que mostram a megalomania de Ramsés, como o incrível Templo do Sol (localizado em Abu Simbel), no qual as 4 estátuas à frente do templo contam mais de 20 metros de altura, diferentemente do tamanho das estátuas dos deuses que são minúsculas quando comparadas.

Ramessés também teria finalizado impressionantes construções iniciadas por seu pai, como o Salão de Karnak e o Templo de Abidos.

curiosidades sobre ramesses II e o templo do sol
O incrível e colossal Templo do Sol de Ramsés II. Créditos: autoria desconhecida.

2.6 Ramsés II Marketeiro da Antiguidade

Um dos consensos historiográficos recais sobre a já referida megalomania de Ramsés II, a qual teria levado o líder egípcio a apagar os nomes de faraós que o antecederam para colocar seu nome.

Isso mesmo: além de construir estátuas e templos gigantescos para si, Ramsés II deliberadamente apagou nome de outros faraós para se promover.

Inúmeras estátuas encontram o nome de Ramessés II, quando, na verdade, referiam-se anteriormente a faraós do passado.

2.7 Passaporte de Ramsés para ir à França em 1974?

No ano de 1974, notou-se que a múmia do faraó Ramsés II estava contaminada por fungos, o que necessitou de rápida intervenção para sua preservação (que já remontava 3 mil anos).

Com isso, sua restauração era imprescindível e a melhor solução viria de Paris para onde a múmia foi enviada.

A parte interessante dessa história é que o faraó necessitou de um passaporte egípcio para conseguir pegar o avião e mais: como ocupação, obviamente, constava: rei do Egito já falecido.

O passaporte foi necessário por conta do translado de ossos exigido pelo governo francês, que foi rapidamente atendido pelo governo egípcio, e o mais interessante: a múmia de Ramsés II foi recepcionada como rei na França!

curiosidade sobre ramsés II e falso passaporte
Brilhante (e falsa) montagem do passaporte de Ramsés que foi amplamente divulgada na Internet. Créditos: autoria desconhecida.

2.8 Reinado longo, vida mais longa ainda!

Ramsés, além de tudo já descrito, ainda teria batido o recorde com o reinado mais longo Antigo Egito ao permanecer por 66 anos só de trono.

O faraó, mesmo participando de batalhas desde a época do seu pai e posteriormente criando as suas próprias, sobreviveu e teria vivido aproximadamente 90 anos de idade ― um tempo de vida ainda incrível para hoje!

2.9 Haja criança: mais de 160 filhos e filhas!

Se Ramsés teve cerca de 90 anos de vida, também teve bastante tempo para a guerra e para alimentar suas construções, assim como para fazer filhos e filhas.

Estima-se que Ramsés, o Grande, teria tido mais de 160 filhos e filhas com as suas diversas esposas, incluindo a sua preferida, a poderosa Nefertari.

Templo de Luxor para Nefertari
Nefertari foi a esposa preferida do faraó Ramsés II, que a ela dedicou um imenso templo (lado direito), o de Luxor em Abu Simbel, ao lado do seu (ao fundo, do lado esquerdo). Nefertari era conhecida como a “Amada de Amut” ou “A Mais Bela”. Créditos: Youssef Alam / Creative Commons.

camisetas de história vestindo história
Você conhece a loja Vestindo História? São camisetas com frases e grandes imagens históricas. Acesse já!

REFERÊNCIA(S):

GILBERT, Adrian. Enciclopédia das Guerras: Conflitos Mundiais Através do Tempo. trad. Roger dos Santos. São Paulo: M. Books, 2005.

JACQ, Christian. O Egito dos Grandes Faraós: história e lenda. trad. Rose Moraes. Rio de Janeiro: Bertrand, 2007.

MONTEFIORE, Simon Sebag. Titãs da história: Os gigantes que mudaram o nosso mundo. Trad. Renato Marques.  São Paulo: Planeta do Brasil, 2018.

RATHBONE, Dominic. História ilustrada do mundo antigo: Um estudo das civilizações da Antiguidade, do Egito dos faraós ao Império Romano, passando por povos das Américas, da África e da Ásia. trad. Clara Allain. São Paulo: Publifolha, 2011.

NEWARK, Tim. História Ilustrada da Guerra: Um estudo da evolução das armas e das táticas adotadas em conflitos, da Antiguidade à Guerra de Secessão dos Estados Unidos, no século XIX. trad. Carlos Matos. São Paulo: Publifolha, 2011.

IMAGEM(NS):

Buscou-se informações para creditar a(s) imagem(ns), contudo, nada foi encontrado. Caso saiba, por gentileza, entrar em contato: [email protected]

Autor: Eudes Bezerra

33 anos, pernambucano arretado, bacharel em Direito e graduando em História. Diligencia pesquisas especialmente sobre História Militar, Crime Organizado e Sistema Penitenciário. Gosta de ler, escrever, planejar e principalmente executar o que planeja. Na Internet, atua de despachante a patrão, enfatizando a criação de conteúdo.

Publicações de Eudes Bezerra
Top