Por que Roma é a Cidade Eterna?

mapa da Cidade Eterna
Por que Roma é a Cidade Eterna? Créditos: autoria desconhecida / Montagem: Eudes Bezerra.

Ao falar em Cidade Eterna muitos logo pensam na maravilhosa Roma, a capital italiana. E com razão, pois é um dos nomes pelo qual a cidade atende.

MAS POR QUE ROMA É A CIDADE ETERNA?

Esta forma carinhosa de chamar Roma se dá pelo fato de que na Roma Antiga era assim que se referiam à cidade, pois reza a lenda de que os romanos acreditavam que independentemente de qualquer coisa que viesse a acontecer, Roma nunca deixaria de existir. Jamais.

E quanto a isso eles realmente parecem ter acertado. Em meio a colapsos e guerras, queda do império, decadência e invasões, a cidade de Roma continua lá, incrivelmente bela e atraindo milhões de turistas de todas as partes do mundo.

ETERNIZAR-SE EM ROMA? CONHEÇA ESSES LUGARES!

Suba a escadaria da Piazza di Spagna

A escada de Piazza di Spagna foi construída no início do século XVIII e é a dona dos mais conhecidos degraus de toda a Roma, os quais, inclusive, dão acesso a ilustres locais de visitas.

No alto da escadaria se encontra a Igreja Trinità dei Monti e pode ter certeza de uma coisa: a vista lá de cima é belíssima!

escadaria de Piazza di Spagna
A escadaria de Piazza di Spagna e no alto a igreja Trinità dei Monti. Créditos: autoria desconhecida

Um bairro interessante: Trastevere

O Trastevere é um bairro da zona sul de Roma. Têm igrejas bem antigas (quase relíquias), lojinhas interessantes e pequenos restaurantes de típica culinária italiana.

O ponto de encontro mais famoso do local é a Piazza di Santa Maria in Trastevere. Ela tem uma grande fonte no centro e a histórica Basílica de Santa Maria também fica nessa praça.

O bairro é um bom lugar para ser apreciado a pé sem hora para ir embora.

Uma cidade–museu tem a sua fonte: Fontana di Trevi

A Fontana di Trevi é outro lugar especial de Roma, ainda mais no verão, ao final do dia perto do momento em que a fonte fica completamente iluminada.

Chegando mais perto do monumento, você vai ver que sua viagem à cidade de Roma realmente valeu à pena! Leve suas moedas para jogá-las na água, pois como todos dizem: quem joga a moedinha sempre retornará à Roma.

Fontana di Trevi em Roma
Fontana di Trevi, Roma. Créditos: João Morgado

Caminhar em torno do Panthéon

O Panthéon é um edifício maravilhoso e bem preservado da Roma Antiga. Ele foi construído para ser um templo de adoração dos deuses da Roma Antiga; mais tarde, com a conversão do império para o Cristianismo, a estrutura passou a abrigar uma igreja católica romana.

Depois de entrar no local e ver como sua arquitetura é maravilhosa por dentro, nada melhor do que andar pela movimentada Piazza della Rotonda, observando a arquitetura da área ao redor desse monumento.

Coliseu

Uma das mais famosas e históricas construções da cidade de Roma é um dos lugares mais visitados de todo o mundo, com seis milhões de pessoas passeando por suas ruínas anualmente.

Símbolo-chave do Império Romano, com quase 2.000 anos de antiguidade, os seus 57 metros de altura fazem com que brilhemos os olhos.

coliseu de roma
Provavelmente a mais conhecida construção de Roma, o Coliseu chamou a atenção quando foi construído no século I por simplesmente embasbacar muitos que acreditavam que o ser humano não seria capaz de criar algo tão grandioso. Créditos: autoria desconhecida.

Panteão de Agripa

O Panteão de Agripa, localizado na Praça de La Rotonda é um monumento sensacional, no qual a arquitetura italiana é toda preservada, contando com uma estrutura bem original e circular de 43.40 metros de diâmetro e uma cúpula de caixotes de concreto com mais de 8,92 metros de diâmetro. As colunas são todas de granito.

panteão de Marco Vispânio Agripa
Construído em 27 a.C., esse antigo templo da Antiguidade é uma homenagem a Marco Vispânio Agripa. Créditos: Wikimedia Commons / CC BY-AS 2.5.
panteão de agripa
Salão interno do Panteão de Agripa… Simplesmente incrível! Créditos: Carla Mota e Rui Pinto / Blog Viajar Entre Viagens.

Antonomásia!

Na Língua Portuguesa antonomásia é uma figura de linguagem caracterizada por determinar uma pessoa, feito, fato, que a tornou importante.

E é assim, com essa figura de linguagem que eternizamos Roma.

Dio mio! Gesù mio! Madonna mia!

Ao invés de Roma, diga a Cidade Eterna, a cidade eterna da humanidade.


Gostou de passear em Roma? Feche os olhos e imagine essa maravilhosa cidade com a descrição desses locais tão deslumbrantes. Boa viagem e nos aguarde no próximo artigo!


IMAGEM(NS):
Buscou-se informações para creditar a(s) imagem(ns), contudo, nada foi encontrado. Caso saiba, por gentileza, entrar em contato: [email protected]
Autor: Eudes Bezerra

31 anos, pernambucano arretado e graduado em Direito. Diligencia pesquisas especialmente sobre História Militar, Crime Organizado e Sistema Penitenciário (além de tudo que consta no site). Gosta de ler, escrever e planejar. Na Internet, atua de capacho a patrão, enfatizando a criação de conteúdo.

Publicações de Eudes Bezerra
Top