Veni Vidi Vici: significado e origem (história completa)

veni vidi vici significado e origem
Características, origem e significado de veni vidi vici (vim, vi e venci). A História completa da famosa frase de Júlio César. Créditos: autoria desconhecida / Montagem: Eudes Bezerra.

Qual o significado de Veni Vidi Vici? Uma frase tão curta, mas tão poderosa que vem sendo utilizada ao longo da história e atualmente faz parte das mais diversas áreas, como marketing, música e até de tatuagens com veni, vidi, vici!

No final de 47 [a.C.], César reuniu uma pequena força com as legiões imediatamente disponíveis e marchou contra ele [o rei Fárnaces II].

O exército do Ponto foi totalmente derrotado em Zela, em 2 de agosto, e a rapidez da sua vitória levou Júlio César a proferir o famoso comentário “Vim, vi, venci”(veni, vidi, vici). (GOLDSWORTHY, 2016, p. 307, adaptado e acréscimo nosso)

Boa leitura!

TÓPICOS DO SIGNIFICADO VENI VIDI VICI

1. Veni vidi vici: significado – vim, vim e venci
2. Qual a história de Veni, vidi, vici? Contexto histórico completo
3. Veni, vidi, vici: aviso aos adversários de Roma (e ao próprio Senado romano)
4. Frases famosas de Júlio César
5. Popularidade da frase Veni, vidi, vici
⠀⠀5.1 Veni, vidi, vici na literatura e na política
⠀⠀5.2 Veni, vidi, vici na música: The Hives, Jay-Z e Linkin Park
⠀⠀5.3 Veni, vidi, vici em tatuagem e Frases de WhatsApp
⠀⠀5.4 Cigarro Marlboro com Veni, Vidi, Vici no rótulo
6. Referências

1. VENI VIDI VICI: SIGNIFICADO – VIM, VIM E VENCI

Veni, vidi, vici significa uma vitória total e rápida, algo de modo avassalador e coberto com o manto da glória — como de fato foi no momento de sua criação, quando Júlio César venceu rápida e implacavelmente o rei do Ponto em batalha.

Trata-se de uma autoafirmação para um sucesso estrondoso e definitivo, que pode ser utilizada nas mais diversas situações pela simplicidade e extrema precisão contida em suas poucas palavras.

Do latim, a tradução de veni, vidi, vici é vim, vim, venci, que também pode ser interpretada como eu vi, eu vi, eu conquistei, entre outras variações mais livres.

Independentemente da tradução da expressão cunhada por Júlio César, sua essência é sempre a mesma e é justamente pelas poucas palavras e poder que transmite que se tornou uma frase poderosa e amplamente utilizada no decorrer dos séculos.

origem e significado de veni vidi vici
O que significa Veni Vidi Vici? Um sucesso rápido, absoluto e estrondoso, algo poucas vezes alcançado na vida. Créditos: autoria desconhecida / Montagem: Eudes Bezerra.

2. QUAL A HISTÓRIA DE VENI, VIDI, VICI? CONTEXTO HISTÓRICO COMPLETO

O significado de veni, vidi, vici encontra o seu contexto histórico no ano de 47 a.C., quando o então Pontífice Máximo e Ditador Perpétuo de Roma, Júlio César, viu-se obrigado a interromper o seu cruzeiro romântico para marchar sobre as empoeiradas planícies e montanhas da Ásia Menor.

César à época se encontrava no Egito Antigo em uma espécie de “férias autoproclamadas” com ninguém menos do que a rainha Cleópatra, com quem, inclusive, foi amante e teve um filho não assumido chamado Ptolomeu XV Cesarião, que seria o último governante do Egito Antigo independente.

A revolta que se iniciou na atual Turquia fez o líder romano agir rapidamente como era de seu feito, desabando como um raio sobre o pretencioso rei que havia massacrado soldados romanos indefesos no início da revolta.

O líder romano simplesmente pegou as legiões disponíveis onde estava e marchou velozmente com o intuito de acabar com a revolta do até então aliado da República Romana, o Rei Fárnaces II, do Ponto.

Toda a campanha, o que inclui o tempo de marcha do Egito à Turquia e a vitória na Batalha de Zela, não teria durado mais que alguns dias (apenas 5 dias).

Essa habilidade de reação rápida e implacável de Júlio César já era conhecida desde as Guerras na Gália, mas, sem dúvida, ninguém imaginava tamanha velocidade e destreza em todos os sentidos.

Por esses aspectos, a expressão veni, vidi, vici retumba na história como uma frase de triunfo completo.

origem e significado de veni vidi vici vim vim venci
O líder romano — Caio Júlio César — era provavelmente o homem mais poderoso de sua época e esse poder decorria de suas ações extremamente ousadas, desafiadoras e vitoriosas, mesmo após os tantos infortúnios mortais antes de conseguir domar o poder romano. Créditos: autoria desconhecida.

3. VENI, VIDI, VICI: AVISO AOS ADVERSÁRIOS DE ROMA (E AO PRÓPRIO SENADO ROMANO)

A notícia da rápida vitória de César chegou à cidade de Roma quase tão rapidamente quanto a própria notícia que mencionava o início da rebelião na Turquia, causando grande espanto e deixando os senadores que conspiravam contra Júlio César perplexos e tementes.

A frase causou profundo receio nos membros do Senado que haviam apoiado o antiga rival de César, Pompeu, o Grande, que havia sido morto no ano anterior, em 48 a.C., no Egito.

Assim, a expressão — veni vidi vici — serviu tanto para a autoproclamação do todo-poderoso general e ditador romano quanto para transmitir sua mensagem de poder aos seus inimigos mais próximos e poderosos: os senadores de Roma.

Não restava dúvida, Gaius Julius Caesar era o homem mais poderoso do seu tempo.

veni vidi vici significado
O covarde assassinato de Júlio César por membros do Senado em 15 de março de 44 a.C., desencadeou uma série de perseguições e batalhas entre as próprias legiões romanas nas quais os conspiradores foram derrotados, humilhados e executados. Créditos: Vincenzo Camuccini. Obra constante na Galeria Nacional de Arte Moderna, em Roma, Itália.

4. FRASES FAMOSAS DE JÚLIO CÉSAR

Muito além de comandante militar e político, Júlio César era um escritor habilidoso e orador de grande talento, sendo a ele atribuídas diversas frases famosas além de veni vidi vici, como:

  • Alea jacta esta sorte está lançada ou o dado foi lançado;
  • Amo proditionem sed proditorem odiamo a traição, odeio o traidor ;
  • Non est maior gloria quam his qui me impugnaverunt et retribuit illis qui operantur mihiNão há glória maior que perdoar a quem me atacou e premiar a quem me serviu; e
  • Divide et imperadividir e conquistar (frase com origem bem contraditória e que Sun Tzu muito tempo antes já havia descrito o conceito).

Seus discursos, inclusive, já haviam conquistado o coração de muitos romanos bem antes das espadas de suas legiões conquistarem a Gália em uma campanha incrível e consumada na Batalha de Alésia, na atual França.

Tal campanha finalizada através de uma das operações de cerco mais “impossíveis” da história — vale muito, muito apenas conferir a Batalha de Alésia no link acima!

Entre seus registros de campanha, encontram-se:

  • Commentarii De Bello GallicoComentários da Guerra Gálica; e
  • De Bello CiviliSobre a Guerra Civil.

Dentre os escritos mais particulares e sentimentais de César, destaca-se uma oração fúnebre chamada Laudatio Iuliae amitae (Louvor à tia Júlia), dedicada à sua falecida tia, Júlia, a esposa do seu tio, o beligerante Caio Mário.

veni vidi vici frases famosas de júlio césar
O Cerco à cidade murada de Alésia, na atual França, é um dos precedentes da genialidade tática de Júlio César. Créditos: O líder gaulês, Vercingetórix, entregando-se a Júlio César após o cerco de Alésia / Pintura de Lionel Royer / Museu Crozatier, França.

5. POPULARIDADE DA FRASE VENI, VIDI, VICI

A expressão se tornou tão famosa ao ponto de pessoas e produtos a utilizarem sem pudor ou mesmo com um tom desafiador, incluindo a indústria do cigarro.

Diversos são os exemplos de emprego da expressão latina e veremos alguns abaixo para ter uma ideia de sua propagação.

5.1 Veni, vidi, vici na literatura e na política

O escritor Victor Hugo, autor de Os Miseráveis e Notre-Dame de Paris (o Corcunda de Notre-Dame), escreveu o poema Vini, Vidi, Vixi, que significa “vim, vi, vivi”.

No campo político, temos o caso da então secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, que em 2011 teria sorrido e dito quando soube da morte do ditador Muammar al-Gaddafi, da Líbia: “Viemos, vimos, ele morreu”.

5.2 Veni, vidi, vici na música: The Hives, Jay-Z e Linkin Park

A banda sueca The Hives que fez uso da expressão e a adaptou para lançar o seu segundo álbum, o estrondoso Veni, Vidi, Vicious.

Outra vez na música que a expressão foi utilizada recai sobre a música amplamente aplaudida Encore, do rapper — e marido de Beyoncé —, Jay-Z, onde dispara veni, vidi, vici sem modificações e em sentido literal.

Ainda, Jay-Z e Linkin Park — através de Numb/Encore — ainda ganharam um Grammy no ano de 2006, na categoria Melhor Colaboração de Rap/Cantado, com a frase veni, vidi, vici na composição.

Veni vidi vici Jay-Z e Chester Bennington
Jay-Z e Chester Bennigton (e o Linkin Park) fizeram um bom uso da expressão cunhada por Júlio César mais de dois mil anos antes. Créditos: autoria desconhecida.

5.3 Veni, vidi, vici em tatuagem e Frases de WhatsApp

Tatuagem veni, vidi, vici é algo relativamente fácil de pensar da mesma forma que outras expressões romanas, como Si Vis Pacem Parabellum — “se quer paz, prepare-se para a guerra” —, frase esta atribuída a Flávio Vegécio.

Mas tatoos veni, vidi, vidi é só um exemplo, visto que se vai muito além como mensagem de WhatsApp, stories do Instagram e do Facebook e mesmo reproduções em camisas, bonés, canecas e outros acessórios.

5.4 Cigarro Marlboro com Veni, Vidi, Vici no rótulo

Temos uma curiosidade bem singela aqui: até um tempo atrás, as carteiras brasileiras de cigarro Marlboro, da Philips Morris, vinham curiosamente com essa inscrição em seu rótulo.

A escrita era minúscula, mas notável…

Algo no mínimo curioso para um produto cancerígeno que pode provocar uma série de malefícios à saúde, mas que é amplamente consumida no mundo.

E isso são palavras de um ex-fumante que tragou o Marlboro Red por muitos, muitos anos e ficou pasmo quando finalmente reparou na minúscula frase.

As imagens, contendo a expressão veni, vidi, vici no cigarro Marlboro, ainda podem ser encontradas facilmente na Internet.

REFERÊNCIAS

ADDIS, Ferdie. A Caixa de Pandora: As curiosas histórias da mitologia por trás de expressões do nosso dia a dia. trad. Pedro Câmara. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2012.

CAWTHORNE, Nigel. As Maiores Batalhas da História: Estratégias e Táticas de Guerra que Definiram a História de Países e Povos. trad. Glauco Peres Dama. São Paulo: M. Books, 2010.

GILBERT, Adrian. Enciclopédia das Guerras: Conflitos Mundiais Através do Tempo. trad. Roger dos Santos. São Paulo: M. Books, 2005.

GIORDANI, Mário Curtis. Antiguidade Clássica II: História de Roma. Petrópolis: Vozes, 1965.

GOLDSWORTHY, Adrian. Em nome de Roma: conquistadores que formaram o Império Romano. trad. Claudio Blanc. São Paulo: Planeta do Brasil, 2016.

IMAGEM(NS):
Buscou-se informações para creditar a(s) imagem(ns), contudo, nada foi encontrado. Caso saiba, por gentileza, entrar em contato: [email protected]

PALAVRAS-CHAVES SECUNDÁRIAS: roma, república romana, mitrídates, fárnaces, Cleópatra, reino do ponto, conflito, antiguidade, antiguidade clássica, frases famosas, citações, “vim, vi, venci”.

Autor: Eudes Bezerra

33 anos, pernambucano arretado, bacharel em Direito e graduando em História. Diligencia pesquisas especialmente sobre História Militar, Crime Organizado e Sistema Penitenciário. Gosta de ler, escrever, planejar e principalmente executar o que planeja. Na Internet, atua de despachante a patrão, enfatizando a criação de conteúdo.

Publicações de Eudes Bezerra